Animais abandonados precisam de ajuda em Orleans

Equipe de voluntárias da PetLovers buscam ajuda financeira para dar continuidade ao trabalho de proteção

 

Uma situação está preocupando as protetoras de animais em Orleans. O número de casos de abandono e maus-tratos segue crescendo gradativamente na Cidade das Colinas, chegando ao pico no período das férias.

Os animais contam com a proteção e ações de resgate de 10 voluntárias da equipe PetLovers. Porém, para desempenhar o trabalho, precisam de ajuda financeira. Especialmente com o aumento significativo dos casos. “Após os resgates, os animais são encaminhado para a clínica PetOuro, que é uma grande parceira nossa praticando preços especiais. Mas, ainda assim, nossa conta lá está muito alta”, explica a vereadora Mirele Debiasi, que é uma das voluntárias. “Estamos passando uma situação muito difícil, mas não podemos deixar de olhar e zelar por esses anjos”, acrescenta. Depois do atendimento veterinário, as voluntárias buscam lares para os animais.

Ela ainda destaca que também que a falta de castração de animais de ruas, acaba aumentando a população dos animais de rua. “Muitos não entendem que os animais não têm culpa, seguem seus instintos. E eles não foram parar nas ruas por vontade própria e, sim, porque foram abandonados. Aliás, os casos de abandono crescem no período das férias. Alguns tratam animais como objeto, quando não querem mais ou estão velhos, descartam”, pontua.

Mesmo com a realização de feirinhas, há dezenas de animais para adoção responsável.

Como ajudar

As pessoas que desejam ajudar nos resgates realizados pelas voluntárias podem contribuir com qualquer valor diretamente na clínica PetOuro ou realizar depósito/transferência para a conta no Banco do Brasil: Titular: Mirele Debiasi; Agência: 0955-5;  Conta corrente: 23842-2

Acompanhe o trabalho realizado

O trabalho das voluntárias é divulgado por meio das redes sociais, assim como os animais que aguardam um lar para encher de amor. Para acompanhar basta seguir o Instagram @petloverorl e o Facebook/petloversorleans. Outras informações sobre a iniciativa ou sobre os animais resgatados podem ser obtidas por meio do bate-papo nas respectivas páginas. “Quem acompanha o antes e depois entende o valor de um resgate!”, finaliza Mirele.


Leave a Comment